Indicada para o tratamento de distrofia muscular, a creatina é um aminoácido encontrado em carnes. Por ser a principal molécula na ressíntese de energia, favorece o desempenho muscular em provas de alta intensidade e curta duração, porém, seu abuso é associado a problemas hepáticos, renais e cãibras.

Encontrada com frequência em alimentos e alguns refrigerantes, a cafeína é parte da composição de inúmeros analgésicos e outros medicamentos. A substância como suplemento é útil para aumentar a resistência em atividades físicas de longa duração.

Segundo Maria Cecília Brito, diretora da Anvisa, a utilização deve ser acompanhada e indicada por um médico. “Não há necessidade de alimento especial de suplemento para praticantes de atividade física, por exemplo, frequentadores de academia. Somente pessoas que praticam esporte de forma profissional e precisam de grande explosão de energia é que precisam de suplementação artificial.

 

Luana Frasca

Assessoria de Comunicação CRF-SP