CRF-SP participa de audiência pública sobre EaD na Alesp

 

Público presente na audiência pública sobre EaD na AlespPúblico presente na audiência pública sobre EaD na AlespSão Paulo, 5 de setembro de 2019

O CRF-SP participou na última quarta-feira, 4, da audiência pública sobre educação a distância (EaD), convocada pelo deputado Carlos Giannazi (PSOL. O intuito foi discutir com professores, estudantes, sociedade e conselhos profissionais os efeitos dessa modalidade a curto, médio e longo prazo e procurar soluções conjuntas entre os participantes. O encontro ocorreu no plenário José Bonifácio, na Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp) e teve como tema “Ensino a distância ou distância do ensino?”.

Foram realizadas duas mesas de exposições com profissionais ligados à área da Educação e representantes de conselhos profissionais e defensoria pública, respectivamente. O CRF-SP representou o setor farmacêutico e também as áreas de Saúde por meio do Fórum dos Conselhos Atividade Fim Saúde São Paulo (FCAFS-SP), o qual coordena. O FCAFS-SP abrange, hoje, as 14 áreas da Saúde e os 13 conselhos profissionais desse setor.

Deputado Carlos Giannazi durante a assembleiaDeputado Carlos Giannazi durante a assembleia

Para o deputado estadual Carlos Giannazi, da maneira que está ocorrendo com a modalidade no Brasil, os alunos são afetados pela perda de qualidade do ensino e há superexploração do trabalho dos professores. “Realizamos a audiência para ouvir as intervenções dos envolvidos e encaminhar medidas contra o abuso de instituições que usam a modalidade EAD para precarizar professores e enganar alunos”, apontou.

O representante do Conselho apontou que a situação do EAD já vem sendo discutida há muito tempo pelo CRF-SP e que preocupa a entidade como ocorrerá a formação de profissionais sem experiência presencial, principalmente na área clínica. “Vamos continuar resistindo àquela que consideramos uma modalidade que afeta a qualidade de ensino da graduação, principalmente, no que diz respeito as profissões da saúde”, aponta.  Para tal, foi entregue ao deputado e lido aos presentes um ofício solicitando a participação do FCAFS-SP em reunião do “Colégio de Líderes” da Alesp, para discutir com os líderes partidários sobre a tramitação do PL nº 52/2017, que “proíbe o funcionamento dos cursos de graduação, de nível superior, voltados à formação de profissionais da área de saúde, na modalidade de ensino a distância (EAD), na sua totalidade, no Estado”. Confira o ofício aqui.

Audiência Pública debateu EaD na AlespAudiência Pública debateu EaD na Alesp

 

 

Monica Neri
Departamento de Comunicação CRF-SP

CLIQUE AQUI PARA CONSULTAR OUTRAS NOTÍCIAS