Um dos mais antigos farmacêuticos do Brasil, dr. Paulo Queiroz Marques dá nome à premiação inédita

 

O presidente da Anfarmag, dr. Ademir Valério, entrega troféu em homenagem ao dr. Paulo Queiroz MarquesO presidente da Anfarmag, dr. Ademir Valério, entrega troféu em homenagem ao dr. Paulo Queiroz Marques (Fotos: Yosikazu Maeda/CFF)

São Paulo, 22 de março de 2012.

Um dos farmacêuticos brasileiros com maior tempo de atividade na profissão, o paulista dr. Paulo Queiroz Marques (CRF-SP nº 16), foi homenageado na noite da última quarta-feira (21 de março), em Brasília, dando nome ao prêmio idealizado pela Associação Nacional dos Farmacêuticos Magistrais (Anfarmag) para condecorar personalidades em reconhecimento às contribuições feitas para o desenvolvimento da farmácia, dos medicamentos e dos farmacêuticos magistrais.

A entrega do “Prêmio Paulo Queiroz Marques” contou com as presenças dos diretores do CRF-SP dra. Raquel Rizzi (vice-presidente) e dr. Marcos Machado Ferreira (diretor-tesoureiro).

Em sua primeira edição, as personalidades condecoradas foram o ministro da Saúde, Alexandre Padilha (que não pôde comparecer na noite de ontem e enviou um representante); o deputado federal Saraiva Felipe; a deputada federal e farmacêutica dra. Alice Portugal; o presidente do CFF, dr. Walter da Silva Jorge João; o Prof. Dr. da Universidade Federal de Minas Gerais Gerson A. Pianetti; e o farmacêutico magistral Msc. Anderson de Oliveira Ferreira.

 

Os diretores dra. Raquel Rizzi e dr. Marcos Machado Ferreira entre outros representantes de entidades ligadas ao setor magistralOs diretores dra. Raquel Rizzi e dr. Marcos Machado Ferreira, o conselheiro dr. Antonio Geraldo e a vice-diretora da Seccional de São José do Rio Preto, dra. Maria Luiza Rodrigues, entre outros representantes de entidades ligadas ao setor magistral

 

Em defesa do setor magistral

O nome da premiação é uma homenagem ao fundador e primeiro presidente da entidade, dr. Paulo Queiroz Marques, um dos mais antigos profissionais e proprietário de farmácia, ainda em atividade, e que integra o núcleo de fundadores da Anfarmag, tendo sido o primeiro presidente da associação. Formado pela Faculdade de Farmácia da Universidade de São Paulo, dr. Paulo começou a manipular medicamentos na farmácia de seu pai, que era boticário, para ajudar a atender a demanda de mil cápsulas diárias, por conta da epidemia de malária. Trabalhou em diversas farmácias como pesquisador de análises e gerente até adquirir seu primeiro estabelecimento, em 1963 e passar a se dedicar à manipulação. Foi um dos fundadores da Anfarmag, em 1986 e o primeiro presidente da entidade, com a missão de unir o setor, redescobrir novos valores e buscar líderes pelo País para fortalecer as bases da Associação.

Por mais de dez anos, serviu ao CRF-SP, onde foi um determinado defensor do setor magistral. Proprietário da Drogamérica Pharmácia de Manipulação há quase 50 anos, ele zela pela ética e valorização profissional. Em seus 90 anos de idade, sendo mais de 80 dedicados à atividade na farmácia magistral, é uma fonte de inspiração para os que atuam no segmento. O seu extenso e respeitado currículo inclui a preservação da memória da farmácia, por meio da criação e manutenção do Museu da Farmácia, instalado na Santa Casa de Misericórdia de São Paulo e para onde cedeu vários itens para o acervo.

 

Renata Gonçalez

Assessoria de Comunicação CRF-SP (com informações da Anfarmag)

 

CLIQUE AQUI PARA CONSULTAR OUTRAS NOTÍCIAS