Representantes do CRF-SP têm presenças confirmadas, fortalecendo o movimento do qual também fazem parte outras entidades farmacêuticas, profissionais e estudantes de todo o país.

Com o objetivo de transformar definitivamente a farmácia num estabelecimento de saúde, o substitutivo ao Projeto de Lei nº 4385/94 tramita há mais de dez anos no Congresso Nacional. A ideia é que, com a mobilização, a categoria sensibilize os parlamentares para que o substitutivo entre em votação e seja aprovado.

O texto do substitutivo garante a assistência farmacêutica como parte de uma política nacional de saúde, combatendo uma visão que trata o medicamento como mercadoria comum.  O intuito do substitutivo é que a farmácia não seja mais vista como mais um estabelecimento meramente comercial, onde qualquer produto é vendido, mas sim como um ambiente que cumpre um papel de interesse social.

Em 2008, a mesma mobilização até Brasília foi organizada com a participação ativa de boa parte da categoria, cujo principal resultado foi a criação da Frente Parlamentar de Assistência Farmacêutica na Câmara dos Deputados, da qual a diretoria do CRF-SP faz parte.

A concentração da atividade será na Esplanada dos Ministérios, ao lado da Catedral de Brasília, às 9h do dia 12 de maio.

 

Renata Gonçalez

Assessoria de Comunicação CRF-SP