Nesta segunda-feira, 19 de abril, representantes do CRF-SP foram recebidos pelo prefeito, Rodrigo Antonio de Agostinho Mendonça. Durante a audiência, que contou com a participação do diretor dr. Pedro E. Menegasso, o diretor regional de Bauru, dr. Fabio H. Valentim e a fiscal dra. Aline Pultrini, os farmacêuticos enfatizaram o diferencial que a prestação de serviços em um estabelecimento de saúde representa à população. Dr. Fabio Manfrinato, ex-diretor regional do CRF-SP e atual vereador da cidade também participou das discussões. 

Entendendo os benefícios do cumprimento da RDC 44/09, o prefeito se comprometeu a conversar com o secretário de saúde e com os representantes da Divisão de Vigilância Sanitária para reverter a decisão. “Conseguimos demonstrar que o município só tem a ganhar com a prestação de serviços qualificados em farmácias e drogarias. O prefeito mostrou bom senso e responsabilidade, já que essa prática desonera o serviço público”, ressaltou dr. Pedro Menegasso, diretor do CRF-SP.

Assunto virou manchete de jornal

Horas após a reunião, o prefeito durante entrevista à rádio local, divulgou a importância da prestação de serviços de acordo com a Resolução da Anvisa. Na edição desta terça-feira, 20 de abril, do Jornal da Cidade, a manchete estampou “Farmácias de Bauru já podem medir pressão e aplicar injeções”.

Clique para ler a matéria na íntegra

 

Thais Noronha

Assessoria de Comunicação CRF-SP