O Museu Farmacêutico Moura foi concebido pelo dr. Gilberto Moura, 55 anos, proprietário de uma farmácia de manipulação pelotense, cujo hobby sempre foi colecionar objetos ligados a sua profissão.

Tempos depois, o farmacêutico decidiu montar uma exposição com o acervo formado por remédios, frascos, utensílios, produtos de beleza, fotos e propagandas obtidos em viagens feitas por diversas cidades do mundo, bem como com as doações vindas de várias partes do estado gaúcho.

O acervo inicialmente funcionava no andar superior da farmácia, mas aos poucos foi se tornando pequeno para abrigar as peças. Foi quando dr. Moura revolveu alugar uma sala comercial ao lado de seu estabelecimento, e contratou duas museólogas que se encarregaram de organizar o acervo.