Dra. Luciana Canetto, vice-presidente do CRF-SP, fala sobre o Levofloxacino ao UOL

 

São Paulo, 8 de agosto de 2022

O portal de notícias Uol abordou em sua última coluna ‘QUAL É O REMÉDIO – Um guia dos principais medicamentos que você usa’ os principais aspectos farmacológicos do antimicrobiano Levofloxacino.

O Levofloxacino é classificado como fluoroquinolona e é indicado para tratar infecções do trato respiratório (superior e inferior), infecções de pele e tecido subcutâneo e infecções do sistema urinário.

A vice-presidente do CRF-SP, Dra. Luciana Canetto, participou da edição e abordou como ocorre o funcionamento do medicamento no organismo. 

Ela explicou que o levofloxacino é rapidamente absorvido e distribuído por todos os tecidos da pele, dos pulmões e prostáticos, além dos fluídos. "Ele sofre pouca metabolização e é excretado majoritariamente pela via renal. Para combater as bactérias, o medicamento age inibindo diretamente a ação de duas enzimas essenciais a elas, a DNA girase e topoisomerase IV, cujas funções são a replicação e divisão celulares."

Ela ressaltou que, "no entanto, a ação de qualquer medicamento no organismo depende de diversos fatores, entre eles, a idade do paciente, a presença de outras doenças, uso correto de medicamento conforme prescrição e orientação, entre outros", destacou.

 

Clique aqui e confira o texto na íntegra.

Monica Neri
Departamento de Comunicação CRF-SP

 

 

CLIQUE AQUI PARA CONSULTAR OUTRAS NOTÍCIAS

Fique atualizado sobre capacitações e informativos importantes do CRF-SP. Participe do canal de Telegram e mantenha-se informado!
https://t.me/crfsp_cursosenoticias