Evento foi realizado em S J da Boa Vista

Encontro de Analistas Clínicos em S J da Boa VistaEncontro de Analistas Clínicos em S J da Boa VistaSão Paulo, 29 de julho de 2019.

O primeiro Encontro de Farmacêuticos Analistas Clínicos realizado pelo CRF-SP no interior paulista aconteceu no sábado (27), no auditório do Centro Universitário das Faculdades Associadas de Ensino (Unifae), em São João da boa Vista. O evento reuniu profissionais, representantes de entidades ligadas às análises clínicas e empresários para debater diversos temas interesse da área. O objetivo foi compartilhar conhecimentos, experiências e alternativas para o desenvolvimento do profissional farmacêutico nas análises clínicas.

Na abertura do encontro o Dr. Ronaldo Campanher, Delegado Regional de São João da Boa Vista, deu as boas-vindas ao público presente, apresentou os palestrantes e autoridades presentes e mediou os debates. O Dr. Paulo Brandão, delegado da Sociedade Brasileira de Análises Clínicas (Sbac) e coordenador da Comissão Assessora de Análises Clínicas do CRF-SP ressaltou a importância do encontro ser realizado em uma cidade do interior. “Começamos a elaborar o encontro ainda em janeiro. Escolhemos a cidade de São João da Boa Vista porque pensamos em levar grandes eventos para as cidades menores, e porque há um anseio dos profissionais que trabalham em laboratórios em outras localidades”, comentou.Dr. Danilo Salvador e Dr. Paulo BrandãoDr. Danilo Salvador e Dr. Paulo Brandão

O presidente do Grupo do Interior Paulista de Laboratórios (Giplab) e membro da Comissão Assessora de Análises Clínicas do CRF-SP, Dr. Carlos Felipe, apresentou a palestra Associativismo em Laboratórios de Análises Clínicas. O profissional enumerou as vantagens do associativismo, que é a união de dois ou mais laboratórios com a finalidade de organizar e agregar força competitiva no mercado. “Quando o laboratório está em um grupo organizado e profissional, é possível negociar melhor com fornecedores. Recomendo que essa aproximação seja feita por empresas que tenham interesses em comum, afinidade e, preferencialmente, que sejam do mesmo tamanho”, afirmou.

Na sequência, a Dr. Ana Lo Prete, docente e coordenadora da comissão de trabalhos científicos do XX Congresso Farmacêutico de São Paulo, falou sobre uma atividade farmacêutica ainda pouco explorada e procurou discutir a questão: “Consultório Farmacêutico em Laboratórios de Análises Clínicas: é possível?”. “Esta apresentação está muito mais ligada a uma discussão filosófica do que técnica. Desde 2016 esta é uma vontade minha de montar um consultório farmacêutico dentro de um laboratório. Fomos condicionados a pensar na profissão em áreas compartimentadas, mas existe algo que conecta as análises clínicas com todas as áreas, que é a farmácia clínica”, comentou.

Logo depois, o Dr. Danilo Salvador, proprietário do Laboratório Pasteur, falou sobre Vacinação em Laboratórios de Análises Clínicas. Ele afirmou que a formação do farmacêutico é ampla e consegue permear todas as áreas da saúde. Por isso, procurou explorar outros mercados dentro dos laboratórios, com é o caso das vacinas. “Estruturamos nossos serviços e a vacina tem sido uma oportunidade de melhora do nosso faturamento, especialmente em períodos de sazonalidade, quando os outros serviços caem”, reconheceu.Dr. Ronaldo Campanher, Dr. Carlos Filipe e Dra. Ana Lo PreteDr. Ronaldo Campanher, Dr. Carlos Filipe e Dra. Ana Lo Prete

Para finalizar os debates, o Dr. Paulo Brandão apresentou o tema “Interferências Medicamentosas x Exames laboratoriais do Idoso”. Para o palestrante, é fundamental que o profissional se capacite para compreender os vários exemplos de uso de medicamentos que interferem nos resultados e que podem gerar falsos diagnósticos. “Precisamos saber como trabalhar com as informações que a gente consegue registrar. Os resultados podem sofrer interferências de estados fisiológicos, patológicos e de medicamentos. Estimamos que 70% das prescrições médicas são baseadas em resultados de exames laboratoriais’, alertou.

Outro tema debatido durante o encontro foi a ampliação do serviço de análises clínicas em farmácias, uma tendência que já é realidades em diversos países da Europa e também nos Estados Unidos e que está a caminho de ser implantado no Brasil.

Durante o evento, a seccional de São João da Boa Vista prestou homenagem ao Dr. José Tarcísio Andrade Vazim em reconhecimento pelos serviços prestados à profissão farmacêutica e para a sociedade da região.

Carlos Nascimento
Departamento de Comunicação CRF-SP

CLIQUE AQUI PARA CONSULTAR OUTRAS NOTÍCIAS