Publicado no Diário Oficial da União

São Paulo, 13 de junho de 2019

Na última quarta-feira (12), o Diário Oficial da União divulgou em portaria um projeto-piloto que disponibilizará o medicamento Spinraza (Nusinersena) para pacientes com atrofia muscular espinhal (AME). O medicamento deve entrar no tratamento pelo Sistema Único de Saúde (SUS).

A AME é considerada uma doença rara, de categoria genética degenerativa e sem cura, que atinge a coluna vertebral, interferindo na capacidade de o corpo produzir uma proteína essencial para a sobrevivência dos neurônios motores.

Sem a proteína, esses neurônios morrem, levando o paciente a perder controle e força muscular, além de perder também a capacidade de se mover, engolir ou mesmo respirar. Há riscos, inclusive, de a doença levar o indivíduo à morte.

Segundo o Ministério da Saúde, o tratamento consiste na administração de seis frascos com 5ml no primeiro ano e, a partir do segundo ano, três frascos.

CONFIRA O COMUNICADO NO DIÁRIO OFICIAL DA UNIÃO

 

Departamento de Comunicação CRF-SP (Fonte: Diário Oficial da União e Agência Brasil)

CLIQUE AQUI PARA CONSULTAR OUTRAS NOTÍCIAS