Antidepressivo e anticolesterol, se utilizados juntos, provocam hiperglicemia


 

Antidepressivo e anticolesterol, se utilizado juntos, provocam hiperglicemiaAntidepressivo e anticolesterol, se utilizado juntos, provocam hiperglicemia São Paulo, 27 de maio de 2011.

 

Pesquisadores das Universidades de Stanford e Vanderbilt e Harvard (EUA) anunciaram que o uso concomitante do antidepressivo Paxil® (paroxetina) e do anticolesterol Pravachol® (pravastatina) pode provocar aumentos significativos nos níveis de açúcar no sangue. Caso sejam utilizados separados não causam problemas, mas se consumidos juntos podem levar à hiperglicemia mais de um milhão de pessoas nos Estados Unidos que fazem uso dos medicamentos.

Os efeitos da interação foram identificados por meio de um estudo com pacientes que utilizam os dois medicamentos. Apesar de nenhum deles terem reportado hiperglicemia, os pesquisadores descobriram que 135 pacientes que não sofriam de diabetes no passado mostraram aumento médio da glicose no sangue de 19 miligramas por decilitro (mg/dl), logo que iniciaram o tratamento.

Entre o grupo de diabéticos, formado por 14 pessoas, o efeito foi maior: aumento de 48 mg/dl logo após consumirem os medicamentos. De acordo com o estudo publicado no Clinical Pharmacology e Therapeutics, os aumentos dos níveis de açúcar no sangue foram suficientes para levar uma pessoa com predisposição à diabetes a transformar-se em diabético completo. 
A pesquisa também foi realizada em ratos de laboratório e os níveis de glicose dispararam de 128 mg/dl a 193 mg/dl em três semanas.


Thais Noronha
Assessoria de Comunicação CRF-SP

 

CLIQUE AQUI PARA CONSULTAR OUTRAS NOTÍCIAS